Antropocénica 2022

April 3, 2022

 

Antropocénica é um projecto internacional situado nos interstícios entre Filosofia, Arqueologia e Arquitectura, com o fim de visar estratégias que permitam ultrapassar as fronteiras que habitualmente as definem enquanto disciplinas autónomas, assim como de dinamizar certos eixos vectores a partir desta transgressão de limites. Explícito na grafia das palavras arqueologia e arquitectura, mas também na constituição inerente da filosofia, está o prefixo arché-, pelo qual transparecem desde as questões do princípio, das (múltiplas) origens e vestígios ao desígnio de superioridade ou primado de uma arte de construir e seu potencial na edificação de outras formas possíveis de habitar.

Antropocénica reúne uma equipa ligada às três áreas propostas para se iniciar uma reflexão ampla sobre as questões urgentes do Antropoceno e a relação com as origens e a sua imersão no sentido e sem-sentido de fundamento. Estes eixos prevêem uma série internacional de encontros que, na emergência da interacção entre Filosofia, Arqueologia e Arquitectura, motivam as diversas áreas do conhecimento para o debate crítico das cenas do drama humano no teatro do mundo em mutação. O primeiro encontro da série realizar-se-á em Portugal, no mês de Outubro de 2022, nas Ruínas da Villa Romana de São Cucufate, com apoio institucional da Câmara Municipal de Vidigueira, do Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa, do Centro de Estudos de Arqueologia, Artes e Ciências do Património da Universidade de Coimbra e da Direcção Regional de Cultura do Alentejo; e apoio cultural de Nômade – Arte & Editoria.

As inscrições para propostas de comunicação estão abertas até ao dia 3 de Abril de 2022. Mais informações e o formulário de inscrição estão disponíveis em: www.antropocenica.ooo

 

Coordenação Geral e Curadoria

Dirk Michael Hennrich – Filósofo . Centro de Filosofia . Universidade de Lisboa
Maria da Conceição Lopes – Arqueóloga . Centro de Estudos em Arqueologia, Artes e Ciências do Património . Universidade de Coimbra
Silvio Luiz Cordeiro
 – Arquiteto . Nômade

Comissão Científica

Adriana Veríssimo Serrão – Filósofa . Centro de Filosofia . Universidade de Lisboa
Ailton Krenak – Escritor
Alemberg Quindins – Artista . Fundação Casa Grande
Ana Paula Amendoeira – Historiadora . Diretora Regional de Cultura do Alentejo . DRCAlentejo
Anne Rapp Py-Daniel – Arqueóloga . Programa de Antropologia e Arqueologia . Universidade Federal do Oeste do Pará
Artur Simões Rozestraten – Arquiteto . Faculdade de Arquitectura e Urbanismo . Universidade de São Paulo
Boaventura de Sousa Santos – Sociólogo . Centro de Estudos Sociais . Universidade de Coimbra
Claide de Paula Moraes – Arqueólogo . Programa de Antropologia e Arqueologia . Universidade Federal do Oeste do Pará
Denise Ferreira da Silva – Filósofa . Institute for Gender, Race, Sexuality and Social Justice . University of British Columbia
Inocência Mata – Crítica Literária . Centro de Estudos Comparatistas . Faculdade de Letras . Universidade de Lisboa
Jairzinho Lopes Pereira – Historiador . Centre of Mission and Global Studies . VID Specialized University . Noruega
Karina Oliveira Leitão – Arquiteta . Faculdade de Arquitectura e Urbanismo . Universidade de São Paulo
Sérgio Ferro – Arquiteto e Artista
Soraya Nour Sckell – Filósofa . NOVA School of Law . Universidade Nova de Lisboa
Victor Barros – Historiador . Instituto de História Contemporânea da NOVA FCSH
Viriato Soromenho-Marques – Filósofo . Faculdade de Letras . Universidade de Lisboa