Why Sensory Consciousness Can’t be Essentially Representational
David Papineau (KCL/CUNY)

25 September 2020, 16:00 | The talk will be given via the virtual platform Zoom

Abstract: Representationalism about sensory experience might be intuitive, but it faces the metaphysical challenge of explaining why conscious character (what-it’s-likeness) and representational content (correctness conditions) should be metaphysically intertwined. I shall argue that representationalism lacks the resources to do this. Attempts to defend representationalism by appealing to “transparency” only deepen the difficulties. In truth, representational content is metaphysically incommensurate with conscious character.

Da Restituição: Sobre a Propriedade e a Origem do Poder Civil

Direcção: Pedro Calafate, Ricardo Ventura
Coordenação: José Carlos Lopes de Miranda, Ricardo Ventura

 

Este volume traz pela primeira vez à estampa um acervo de manuscritos latinos de professores das Universidades de Salamanca, Coimbra e Évora do período renascentista sobre o tema da restituição como ato da justiça, em atenção à centralidade das vítimas.
Incidem privilegiadamente sobre a construção de princípios universais de direito natural e de jus gentium, definindo direitos humanos universais e solidificando a ideia de justiça como condição da construção dos impérios ultramarinos de Portugal e Espanha, ao mesmo tempo que permitem sublinhar a perenidade do seu legado pela afirmação de que a reparação das vítimas não constitui uma obrigação secundária que vem depois da violação do direito internacional. Violação e restituição/reparação, no plano da relação entre indivíduos e povos, caminhavam a par e formavam um todo indissolúvel, porque já então lidávamos com direitos inerentes à pessoa humana anteriores e superiores ao Estado emergente, que não dependiam da vontade dos soberanos.
Por seu turno, a natureza específica do conceito de restituição colocava como condição prévia a análise do conceito de domínio, dividido em duas espécies: o domínio de jurisdição (poder civil) e o domínio de propriedade, alargando-se também à candente questão da escravatura legal, na medida em que configurava uma relação de domínio de um homem sobre outro homem.
Assim, os textos em apreço incidem sobre a restituição do domínio de jurisdição, do domínio de propriedade e da liberdade natural dos homens, desde que usurpados, congregando o direito natural e o direito das gentes.

 

ISBN:9789724083858

Data de edição: 2020

Editora: Almedina

CONCURSO PARA A ATRIBUIÇÃO DE UMA BOLSA DE INICIAÇÃO À INVESTIGAÇÃO (BIMESTRADO) NO ÂMBITO DO CENTRO DE FILOSOFIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA
FINANCIADAS POR FUNDOS NACIONAIS ATRAVÉS DA FCT/MCTES UIDB/00310/2020

De acordo com as classificações atribuídas, o júri deliberou, por unanimidade, a seguinte seriação:

1. Francisca Silva
2. João C. Miranda
3. Inês Sousa Marques
4. Bernardo Santos
5. André Ferreira
6. Susana dos Reis
7. João M. Miranda
8. Vinicius Barreto

 

A Acta n.º 2 com a verificação e aplicação do método de selecção de candidatos e apresentação do projecto de lista de ordenação (*) pode ser consultada em https://www.letras.ulisboa.pt/pt/investigacao/bolsas-flul

(*) Da Proposta de Ordenação Final podem os/as candidatos/as reclamar no prazo de 10 dias úteis contados a partir da sua publicação (04 a 17 de Setembro 2020)

CONCURSO PARA A ATRIBUIÇÃO DE DUAS BOLSAS DE INICIAÇÃO À INVESTIGAÇÃO (BII)
NO ÂMBITO DO CENTRO DE FILOSOFIA DA UNIVERSIDADE DE LISBOA FINANCIADAS POR
FUNDOS NACIONAIS DA FCT/MCTES ATRAVÉS DO PROJECTO ESTRATÉGICO
UIDB/00310/2020

De acordo com as classificações atribuídas, o júri deliberou, por unanimidade, a seguinte seriação:

1. Hugo Luzio
2. Raoul Marian
3. Inês Sousa Marques
4. Bernardo Santos
5. Susana dos Reis
6. David Amaral
7. Miguel Correia
8. Paula Faria
9. Vinicius Barreto
10. João Rochate da Palma
11. Fernando Schneider

A Acta n.º 2 com a verificação e aplicação do método de selecção de candidatos e apresentação do projecto de lista de ordenação (*) pode ser consultada em https://www.letras.ulisboa.pt/pt/investigacao/bolsas-flul

(*) Da Proposta de Ordenação Final podem os/as candidatos/as reclamar no prazo de 10 dias úteis contados a partir da sua publicação (04 a 17 de Setembro 2020)

Although FLUL’s doors are open again, whenever possible contact with CFUL’s secretariat should remain virtual.

For matters that need to be dealt with in person, the office will be open during the following hours:

Monday and Tuesday: from 2-5 pm
Tuesday, Wednesday and Friday: from 9:30 am to 12:30 pm
Thank you for your understanding.

Outside these hours, if need be, you can schedule an appointment by email or phone.

CONCURSO PARA A ATRIBUIÇÃO DE UMA BOLSA DE INVESTIGAÇÃO (BI) NO ÂMBITO DO PROJECTO “EMERGÊNCIA NAS CIÊNCIAS NATURAIS” (PTDC/FER-HFC/30665/2017), FINANCIADO POR FUNDOS NACIONAIS ATRAVÉS DA FCT, DA FACULDADE DE LETRAS DA UNIVERSIDADE DE LISBOA

Após a avaliação das candidaturas admitidas, o júri deliberou por maioria a seguinte seriação:

 

1.º Diogo Ferreira Codinha Santos
2.º María Teresa Álvarez Mateos
3.º Maira Lavalhegas Hallack
4.º André Matias Barros

A Acta n.º 2 com a verificação e aplicação do método de selecção de candidatos e apresentação do projecto de lista de ordenação (*) pode ser consultada em https://www.letras.ulisboa.pt/pt/investigacao/bolsas-flul

 

(*) Da Proposta de Lista de Classificação Final Ordenada podem os(as) candidatos/as reclamar no prazo de 10 dias úteis contados a partir da sua publicação (11 a 24 de agosto 2020).

The Centre of Philosophy of the University of Lisbon is glad to announce the opening of an international selection contest for a postdoctoral position for the exercise of research activity in the scientific area of Philosophy under the employment contract in public functions for a fixed term for a period of three years, with a view to

(1 ) to develop with diligence all the activities necessary to carry out the scientific project provided for in paragraph d) of point 8.2 below and

(2) to participate actively and actively in the activities of the research group of the Center of Philosophy of the University of Lisbon in which it will become integrated, financed by national funds through FCT / MCTES.

 

The announcement as published in «Diário da República» can be found here.

Job description and further information at ERACAREERS, here

Bolsa de Emprego Público here

Application forms (in Portuguese and English) available here

 

The selection process is open until July 10th.

Informamos que o Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa (CFUL) abriu os seguintes concursos:

 

1. Concurso para atribuição de uma (01) Bolsa de Investigação (estudantes inscritos num doutoramento) no âmbito do projeto Emergência nas Ciências Naturais (PTDC/FER-HFC/30665/2017), financiado por fundos nacionais através da FCT. (Ref.ª BI_Emergencia nas Ciências Naturais (EITNS)_jun20)

O candidato deve estar inscrito num doutoramento. São fatores preferenciais experiência de investigação nas áreas de especialização do grupo LanCog do Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa (CFUL), para os efeitos do presente concurso entendidas como: filosofia da linguagem, da mente e da cognição; epistemologia; metafísica; ética.

A bolsa terá a duração de 12 meses, com início previsto em Setembro de 2020. O contrato de bolsa poderá ser renovado, até um máximo de mais 36 meses.

O concurso encontra-se aberto no período de 09 a 22 de julho de 2020

Consulte o edital: http://www.eracareers.pt/opportunities/index.aspx…
Mais informação aqui: https://www.letras.ulisboa.pt/…/acta_1_emergencia_ciencias_…

—————————————–

2. Concurso para a atribuição de uma (01) Bolsa de Investigação para Mestrado, financiada por fundos nacionais através da FCT/MCTES. (Ref.ª BI_Mestrado_CFUL_jun20)

O candidato deverá estar inscrito no curso de Mestrado em Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e pretender desenvolver actividades de investigação conducentes à obtenção do grau académico de mestre num dos grupos de investigação do Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa

A bolsa terá a duração de 12 meses, com início previsto em Setembro de 2020.

O contrato de bolsa poderá ser renovado até ao máximo de 24 meses.

O concurso encontra-se aberto no período de 09 a 22 de julho de 2020.

Consulte o​ edital: http://www.eracareers.pt/opportunities/index.aspx…
Mais informações aqui: https://www.letras.ulisboa.pt/…/edital_bi_mestrado_cful_jun…

—————————————–

3. Concurso para atribuição de duas (02) Bolsas de Iniciação à Investigação (Ref.ª BII_CFUL_jun20)

O candidato deverá estar inscrito no curso de Mestrado em Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e pretender desenvolver actividades de investigação, visando o início da sua formação científica, integrado num dos grupos de investigação do Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa.

A bolsa terá a duração de 6 meses, com início previsto em Setembro de 2020.

O contrato de bolsa poderá ser renovado até ao máximo de 12 meses.

O concurso encontra-se aberto no período de 09 a 22 de julho de 2020.

Consulte o edital: http://www.eracareers.pt/opportunities/index.aspx…
Mais informação aqui: https://www.letras.ulisboa.pt/…/i…/edital_bii_cful_jun20.pdf

Wécio Pinheiro Araújo

Universidade Federal da Paraíba

A crítica do valor no livro terceiro d’O Capital: Marx e a atualidade do conceito de capital fictício

10 March 2020, 18:00 h

Room B6 – Library Building

Faculty of Arts and Humanities – University of Lisbon

 

Abstract/Resumo

Esta apresentação consiste em uma leitura imanente de parte do livro terceiro d’O Capital, no
que diz respeito especificamente ao conceito de capital fictício (fiktives Kapital) e como este se
constitui a partir do sistema financeiro de crédito e daquilo que Marx denominou de negócios
fictícios (Scheingeschäften). Apresenta o conceito de virtualidade real para tentar contribuir na
compreensão do processo global de produção capitalista, e seu movimento fetichista estabelecido
como uma contradição entre conteúdo e forma na constituição das relações sociais sob a forma do
valor (Wertform) autonomizada. Relaciona a leitura imanente do livro terceiro com outros textos
marxianos e, de maneira sincrônica, problematiza como ficam as formulações de Marx no que tange
à contemporaneidade da era digital, com o propósito de demonstrar a atualidade da crítica marxiana
diante do tempo presente.